http://www.fides.org

Europa

2004-06-16

EUROPA - “Chegou a hora de uma redescoberta e de uma nova proposta do Evangelho para o nosso continente.” As conclusões do encontro dos Secretário-gerais do Conselho das Conferência Episcopais Européias (CCEE)

Belgrado (Agência Fides) - Nos dias em que os eleitores dos 25 países da União Européia foram chamados às urnas para a eleição dos membros do Parlamento, reúniram-se em Belgrado os Secretários-gerais do Conselho das Conferências Episcopais Européias. Tema central do encontro: o papel do cristianismo e das Igrejas na Europa atual.
No Comunicado final do encontro, enviado à Agência Fides, foi reiterado que existem sinais indicadores de que chegou a hora de uma redescoberta e de uma nova proposta do Evangelho para o continente: o debate em torno das raízes cristãs da Europa, o desorientamento e o medo diante do terrorismo, a percepção do vazio dos fundamentos, a nova busca de sentido e espiritualidade, o difundir-se de experiências religiosas ambíguas, irracionais, sectárias, alternativas …
O alargamento em direção ao leste das fronteiras da Europa econômica e política indica uma nova grande tarefa: o intercâmbio de tradições e de histórias para superar definitivamente o modelo de uma Europa do leste e uma do oeste. Torna-se urgente realizar o confronto com a cultura moderna e os fenômenos da secularização e do secularismo. Um Secretário do ocidente perguntou-se se em certos países a Igreja não está parcialmente secularizada; para os Secretários da Europa oriental, as perguntas cruciais são: durante o comunismo os cristãos eram marginalizados e humilhados: será assim também na União Européia? A fé será obrigada a permanecer fato privado na nova Europa? Os pais fundadores da idéia de Europa eram cristãos ou o que está acontecendo? È possível um verdadeiro intercâmbio de dons: o ocidente pode oferecer ao leste a própria experiência de como se pode viver como cristãos em uma sociedade secularizada, e o leste pode ajudar o ocidente a recuperar os valores perdidos.
O encontro de Belgrado foi também uma significativa experiência ecumênica. Sábado, 12 de junho, os Secretários foram fraternalmente acolhidos pelo patriarca Pavle, da Igreja ortodoxa da Sérvia, e domingo, 13 de junho, foram hóspedes do mosteiro ortodoxo de Kovilj, acolhidos pelo Bispo Irinej de Novi Sad. Os Secretários discutiram sobre a situação ecumênica em toda a Europa: é importante abrir um processo que renove o caminho ecumênico.
Os Secretários se confrontaram sobre projetos da agenda do CCEE para intensificar a colaboração entre as Conferências Episcopais. Em novembro de 2004, será realizado um Simpósio entre Bispos africanos e europeus para aprofundar a comum responsabilidade pastoral diante dos grandes desafios de evangelização, pobreza e paz. O CCEE pretende aprofundar o seu serviço no campo da cultura, das universidades e das escolas. Um novo projeto é a constituição de uma Comissão para a evangelização e o diálogo que estude e coordene as relações com o judaísmo, o budismo, as religiões alternativas e as culturas. Por fim, foi apresentado um rico projeto de iniciativas das Conferências Episcopais sobre o tema da família. (S.L.) (Agência Fides 16/6/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network