http://www.fides.org

Europa

2004-06-07

EUROPA/ITÁLIA - “Mares e oceanos: vivos ou mortos”: alarme lançado no Dia Mundial do Ambiente, dedicado aos Oceanos e aos Mares

Roma (Agência Fides) - O mar é um recurso e uma riqueza para todo o planeta e, portanto, deve ser tutelado. Este ano, o Dia Mundial do Ambiente, celebrado em 5 de junho, foi dedicado aos Oceanos e aos Mares, que infelizmente não gozam de ótima saúde.
Entre as principais ameaças, a poluição e a pesca. Apesar da grande quantidade de água que cobre o Planeta (71% da superfície), somente 0,5% do ambiente marinho é realmente protegido, contra 10,5% da parte terrestre: são 102.102 as áreas protegidas no mundo e somente 4.116 são áreas marinhas, para uma superfície de cerca de 1,6 milhões de km² de mares e de oceanos.
Entre os males que afligem os Oceanos, em primeiro lugar, segundo o Wwf, está a poluição marinha, da qual 80% é proveniente de atividades terrestres. O lixo plástico, por exemplo, mata todo ano mais de 1 milhão de pássaros marinhos, 100.000 mamíferos marinhos e uma grande quantidade de peixes. Também são altos os riscos para as barreiras de corais: é significativa a degradação em 93 países, de um total de 109 que as possui; enquanto cerca de 60% correm o risco de desaparecer nos próximos 30 anos, por causa do avanço das costas, do turismo, do aquecimento global, da poluição e de formas destrutivas de pesca.
O Dia Mundial do Ambiente foi instituído em 1972 pela Assembléia Geral das Nações Unidas para estimular a consciência mundial sobre as condições ambientais do planeta, e promover a atenção e a ação políticas.
Queremos manter os mares e os oceanos vivos e saudáveis ou poluídos e mortos? O objetivo principal deste Dia é sensibilizar a todos sobre temas ambientais, para que se possa viver em um ambiente próspero e seguro. (AP) (7/6/2004 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network