http://www.fides.org

Africa

2004-06-03

ÁFRICA/RD CONGO - Bukavu: o inferno depois da conquista por parte da guerrilha: “Saqueados casas e conventos das irmãs”, referem as fontes da Fides. E volta sempre a mesma pergunta: por que e quem quer a RDC vítima do desespero e do saqueio do seu território?

Bukavu (Agência Fides)- “Uma cortina de silêncio irreal baixou sobre a cidade. As estradas estão desertas e a noite é dos violentos, que entram nas casas e conventos depredando e matando.” Esta é a descrição feita à Agência Fides por fontes locais, que desejam permanecer anônimas, de Bukavu (norte de Kivu, no leste da República Democrática do Congo), depois da conquista por parte dos guerrilheiros do RCD-Goma (União Congolesa para a Democracia), um grupo partidário de Ruanda, que tinha se comprometido a desarmar e integrar as próprias forças no novo exército congolês, formado com base nos acordos de paz do ano passado. Ontem, 2 de junho, as tropas do RCD-Goma conquistaram a cidade de Bukavu, apesar da presença de uma força de paz internacional (a MONUC)
“Os guerrilheiros estão saqueando a cidade. Os alvos são os Conventos das ordens femininas”, afirmam as fontes da Fides. “Os saques tiveram início na noite e prosseguiram durante todo o dia.”
“A cidade foi conquistada por guerrilheiros que deveriam ser desmobilizados e permanecer sob controle internacional. Ao invés, não se sabe como, os guerrilheiros não apenas não foram desmobilizados, como receberam novas armas e atacaram Bukavu por uma região imprevista. Pensava-se, de fato, que o ataque decisivo viesse de Goma, cidade mais ao norte de Bukavu, onde reside o comando da guerrilha. Mas, ao contrário, foram tropas já presentes na cidade, que pareciam desarmadas, que conquistaram Bukavu”, afirmam as nossas fontes.
Nos combates de ontem, como informamos (veja Fides de 2 de junho de 2004), foi atingida a sede da Rádio Maria e diversas casas de civis. “Os saques estão acabando com a população. É preciso intervir imediatamente para enviar alimento e remédios. Os estoques alimentares foram completamente saqueados pelos guerrilheiros. É uma clara estratégia para deixar a população faminta e expulsá-la da cidade. Mas por quê? Quais são os objetivos contra milhares de inocentes?, questionam-se com angústia as fontes da Fides. (L.M.) (Agência Fides 3/6/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network