http://www.fides.org

Recensão

2004-06-02

EUROPA/ITÁLIA - Curar-se totalmente Elisabetta Garuti - Maria M. Rossi - Antonio Pari - Sandra Talacci EMI, 2004, 176 pág., 9.00 Euros

Roma (Agência Fides) - A causa desencadeadora da AIDS é o vírus HIV, mas é a pobreza a difundi-lo. Aonde há pobreza está presente a AIDS. Basta imaginar a África, continente no qual vive 70% da população soropositiva, para constatar que pobreza e HIV caminham sempre lado-a-lado.
Os números da AIDS no mundo são impressionantes: 40 milhões de pessoas infectadas, das quais 29 milhões na África Subsaariana - 3 milhões de crianças com menos de 15 anos doentes - 13 milhões de pequenos órfãos por causa da AIDS - em 2010 eles serão mais de 25 milhões - 6.000 novos casos a cada dia no mundo.
O livro “Curar-se totalmente”, escrito por membros da Comunidade Papa João XXIII, que trabalham cotidianamente em todo o mundo com doentes de AIDS, aborda estas cifras oferecendo uma esperança para o futuro. Para derrotar a AIDS, acreditam, é preciso agir nas raízes do mal: cancelar a dívida externa dos países pobres; restabelecer o princípio de paridade junto ao Fundo Monetário Internacional, ao Banco Mundial, e à OMC, saneando suas políticas; instituir um tribunal internacional de compromissos; atuar um comércio équo e solidário; adotar estilos de vida sóbrios e responsáveis; promover políticas de respeito dos direitos humanos; disponibilizar pessoas e meios e destinar 0,7% do PIL à cooperação para o desenvolvimento internacional até 2010.
“Estamos engajados há anos no combate à epidemia da AIDS na Itália e em diversos países do mundo” - explica Pe. Oreste Benzi no prefácio do livro. “Surgiu também o problema de tantas crianças soropositivas, nascidas de mães toxicômanes e abandonados nas maternidades. Nossa resposta foi o acolhimento destas crianças em famílias e casas-família. No início dos anos 90, a Comunidade foi chamada a intervir na África, junto ao problema das crianças órfãs da AIDS. Daí nasceram todas as nossas obras no continente africano”. (P.L.R.) (Agência Fides 2/6/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network