http://www.fides.org

Africa

2004-06-02

ÁFRICA/RD CONGO - Bukavu: retomados os combates, Rádio Maria é atingida. Torna-se sempre mais dramática a situação na cidade do leste do Congo

Bukavu (Agência Fides)- Os combates foram retomados em Bukavu, a cidade do norte de Kivu, na República Democrática do Congo (RDC), há um semana no centro de confrontos entre militares fiéis ao governo de Kinshasa, e guerrilheiros do RCD-Goma (União Congolesa para a Democracia). “Os combates iniciaram às 4h, envolvendo diversos bairros da cidade”, referem à Agência Fides fontes locais, que desejam permanecer anônimas por motivos de segurança. Os guerrilheiros do RDC-Goma que atuam em Bukavu são guiadas por Mutebusi, um oficial proveniente do RCD-Goma que deveria ser integrado no novo exército unificado congolês, previsto pelos acordos de paz de 2003, mas se opôs ao governador nomeado pelo governador de Kinshasa.
“Ontem, 1° de junho, a MONUC (a força de paz nas Nações Unidas no Congo) decretou o cessar-fogo na cidade. Os guerrilheiros, no entanto, não o respeitaram”, afirma as fontes da Fides. As notícias que provêm da cidade congolesa são ainda muito fragmentárias, mas parece certo que os combates utilizam armas pesadas, como os morteiros. “Esta manhã foi atingida a sede da Rádio Maria de Bukavu e a sede de uma outra rádio local”, afirmam as nossas fontes. “Os mil homens do RCD-Goma, enviados de Goma para reforçar as tropas de Mutebusi, estão posicionados fora da cidade, nas proximidades do Convento das Irmãs da Ressurreição e do Seminário”, afirma as fontes da Fides.
“Neste momento, um helicóptero da MONUC está sobrevoando a cidade, mas não se entende o que os soldados da ONU estão fazendo para restabelecer a paz. Se os guerrilheiros de Mutebusi conquistarem Bukavu, o processo de pacificação entrará em crise e estará comprometido o papel das Nações Unidas no Congo”, concluem as fontes da Fides. (L.M.) (Agência Fides 2/6/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network