http://www.fides.org

America

2004-05-22

AMÉRICA/PERU - Parte a Campanha da Solidariedade 2004 da Conferência Episcopal, que enfrentará este ano o problema das mães-adolescentes: 13% das adolescentes de idade entre 15 e 19 anos já são mães ou esperam o primeiro filho

Lima (Agência Fides) - Segundo dados do ENDES (Sondagem Nacional de Demografia e Saúde 2000), 13% das adolescentes peruanas entre 15 e 19 anos já são mães ou estão esperando o primeiro filho. Diante desta delicada e preocupante situação, a Conferência Episcopal Peruana lança hoje, 22 de maio, a Campanha de Solidariedade “Compartir 2004”, com o tema “Mães Adolescentes: uma realidade próxima e preocupante”.
O objetivo da campanha, como diz o comunicado da Conferência Episcopal Peruana, é “convidar todos os peruanos a voltar seus olhares e corações às mães adolescentes, além de refletir, aprofundar e melhorar o próprio empenho para com os mais pobres e excluídos de nosso país”.
A Campanha de Solidariedade 2004 quer enfrentar o problema através da revalorização da família, favorecendo o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes, promovendo a conscientização da população peruana sobre as causas e conseqüências da gravidez precoce, e também propiciando iniciativas de solidariedade para com estas pessoas. Também se tentará criar espaços de acolhimento, de informação e de escuta das adolescentes, além de solicitar o sustento da família e da sociedade aos jovens.
A Campanha de Solidariedade será lançada em 22 de maio, no Hospital Nacional Docente Mãe-criança “São Bartolomeu”, aonde o Secretário Geral da Conferência Episcopal, Dom Juan José Larrañeta, presidirá a Celebração Eucarística, com a participação de numerosas Congregações religiosas engajadas no acompanhamento de mães adolescentes.
A Conferência Episcopal preparou diversos subsídios para a Campanha, entre os quais, o texto-base, que tem como título: “A realidade das Mães-Adolescentes”. O documento, dividido em 5 capítulos, oferece um quadro detalhado do problema, que interessa milhões de adolescentes peruanas; o primeiro capítulo, “O Peru hoje”, contextualiza o problema, partindo da situação de hoje (a realidade socioeconômica, a crise de valores, a família). O segundo capítulo aborda “O mundo da adolescência” (a realidade da adolescência, os problemas dos adolescentes, ser mãe adolescente hoje). O terceiro capítulo “Situações da vida real” é uma coleta de testemunhos. O quarto capítulo “Criou-me no seio de mia Mãe”, propõe uma reflexão teológica do problema (O mistério da vida e da sexualidade no ser humano, transformar a realidade com a pedagogia do Evangelho, etc). O quinto capítulo, “Proteger as adolescentes: responsabilidade de todos”, contém uma série de propostas para enfrentar o problema (apelo à Igreja e às comunidades cristãs; deveres da Igreja para com o Governo e o Estado peruano, Contribuições e responsabilidades da Sociedade civil). O documento contém também uma série de anexos para a reflexão. (R.Z.) (Agência Fides 22/5/2004).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network