http://www.fides.org

America

2004-04-30

AMÉRICA/MÉXICO - “Para promover a Nova Evangelização, é necessário estar disposto a uma conversão pastoral que requer uma mudança de mentalidade, de comportamento… e uma perseverante docilidade ao Espírito, que transforma os corações”, afirma a Conferência Episcopal Mexicana

Cidade do México (Agência Fides) - Amplo espaço foi dedicado à 77a Assembléia Plenária da Conferência Episcopal Mexicana, que refletiu sobre como viver, como Conferência Episcopal, a vocação à santidade, porque “nesta realidade, estão em jogo o específico e o próprio da nossa missão de Pastores”: assim afirmam os prelados mexicanos, na sua mensagem final intitulada “Cristo Ressuscitado nos chama à santidade, à conversão pastoral e à comunhão”, datado do dia 23 de abril.
Os Bispos destacam que, durante os trabalhos, eles se empenharam em procurar aquilo que Deus deseja deles, para fazer do encontro com Cristo vivo o ponto de partida de suas vidas e de suas ações pastorais. “Nesta perspectiva, declaramos que queremos renovar as estruturas administrativas pastorais da Conferência Episcopal, para que sejam mais úteis à colegialidade episcopal.”
Para promover a Nova Evangelização, afirma a Mensagem, é necessário estar disposto a uma conversão pastoral que requer uma mudança de mentalidade, de comportamento, e portanto de uma perseverante docilidade ao Espírito, que transforma os corações e converte as comunidades, tornando-as sinais eloquentes de um modo de pensar e de viver diversamente. O complexo fenômeno da globalização, as mudanças culturais, o grande influxo dos meios de comunicação e as múltiplas mudanças que enfrenta a sociedade mexicana em todos os âmbitos, segundo os Bispos, constituem um desafio à sua criatividade pastoral, à sua sensibilidade com os fiéis e a seu espírito missionário.
Sobre a espiritualidade de comunhão, os Bispos acreditam que esta exige um incremento das relações, sua promoção na diocese e a abertura à colaboração com outras instâncias não eclesiásticas, em clima de respeito e de diálogo, apresentando com coerência os princípios e os critérios da fé.
“As especiais circunstâncias do México requerem uma participação responsável e perseverante das pessoas e das instituições, para obter as transformações de que os país necessita”, revelam os Bispos, e renovam seu empenho em favor do bem integral dos mexicanos, especialmente dos setores mais fracos, em conformidade com a sua missão. Exortando todos os fiéis a assumirem seus deveres como cidadãos e cristãos, os Bispos afiram que se empenharão ainda mais na educação religiosa nos diversos ambientes, na assistência pessoal nos centros de saúde e na readaptação social do setor público, e para uma maior presença nos meios de comunicação social.
A Mensagem se conclui recordando o próximo 48° Congresso Eucarístico Internacional, que se realizará no próximo mês de outubro em Guadalajara: “Como Jesus transformou com a sua presença os discípulos a Emmaus, assim queremos nos colocar em caminho como povo de Deus, rumo ao Congresso Eucarístico Internacional, com a certeza de que Ele caminha agora conosco, como luz e vida do novo milênio”. (R.Z.) (Agência Fides 30/4/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network