http://www.fides.org

Asia

2004-04-20

ÁSIA/IRAQUE - Creches e escolas reconstruídas em Bagdá pela Avsi: inaugurada a nova creche “Menino Jesus” da Igreja Caldéia

Bagdá (Agência Fides) - Ajudar mais de 300 crianças iraquianas: este é o objetivo do projeto de cooperação da Associação Voluntários para o Serviço Internacional (AVSI), Organização não-governamental italiana que financiou e acompanhou a reabertura da creche “Menino Jesus”, da Igreja Caldéia em Bagdá.
Na cidade, ainda martirizada pelos ataques terroristas, o cuidado com as crianças é uma resposta concreta às exigências das famílias. “Depois da queda do regime de Saddam Hussein - relata à Fides Giampaolo Silvestri, responsável pela Avsi para os projetos no Oriente Médio e África - a Avsi avaliou a possibilidade de uma intervenção no país e decidiu ajudar algumas creches de Bagdá, pertencentes à Igreja iraquiana”.
A iniciativa teve bom êxito, tanto que a Avsi está agora estudando a possibilidade de ampliar o projeto, verificando a possibilidade de intervenção também nas escolas públicas do país.
No entanto, foi inaugurada a primeira creche de Bagdá. Depois da reestruturação, o “Menino Jesus”, administrado pela comunidade católica caldéia, foi aberto na presença de Dom Shlemon Warduni, Bispo auxiliar do Patriarcado Caldeu, e de mais de 200 pessoas. “As pessoas do bairro (de maioria xiita) apreciaram muito o espírito de se fazer algo para o retorno da vida normal”, explicou Giuseppe Parma, voluntário da Avsi em Bagdá.
A creche Menino Jesus hospeda cerca de 70 crianças, entre 3 e 6 anos, sob os cuidados de quatro professores e de uma diretora: mas com os trabalhos feitos, seria possível ampliar a capacidade para acolher 100 crianças.
A Associação Voluntários para o Serviço Internacional (AVSI) é uma Organização não-governamental que desde 1972 está empenhada com 86 projetos de cooperação ao desenvolvimento nos países mais pobres do mundo. Atua em 35 países - na África, Oriente Médio, América Latina e Leste da Europa - realizando projetos de emergência humanitária, sanitária, educacional, de desenvolvimento urbano, formação profissional, agricultura, com a contribuição de mais de 300 voluntários profissionalmente qualificados (médicos, engenheiros, agrônomos, assistentes sociais e psicólogos). (PA) (Agência Fides 20/4/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network