ÁSIA/TERRA SANTA - “Aprender hoje como mudar o amanhã”: uma escola “especial’ com alunos árabes e judeus

Quinta, 24 Junho 2010

Jerusalém (Agência Fides) – Os estudantes do “Hand in Hand” são árabes e judeus que falam e estudam nas duas línguas. Freqüentam uma escola realmente especial porque formada por alunos, judeus e árabes. Realidade diferente em Israel e em Jerusalém em particular, onde as comunidades são acostumadas a viver em mundos distantes. Na escola para cada função de responsabilidade existem duas pessoas que representam as duas comunidades: dois diretores, dois professores para cada classe. Além disso, o modelo de educação é bilíngüe que permite aprender contemporaneamente nas duas línguas. Sendo assim, as crianças possuem um verdadeiro instrumento de contato entre as duas culturas, de conhecimento da história e das religiões de ambos os povos, como ressalta a nota de uma professora de cultura religiosa. Existem outras três escolas como esta em Israel: uma em Alta Galilea a Misgav, em Bersheva, e outra no povoado árabe de Wadi Ara, num total de cerca de 900 estudantes. No próximo ano se concluirá, em Jerusalém, o primeiro ciclo de estudos na história de “Hand in Hand”. As escolas de Hand in Hand, reconhecidas pelo Ministério da Educação israelense, vivem também graças às doações e aos fundos para a instrução local e internacional. Um esforço que tem como objetivo cultivar uma sensibilidade nova nas jovens gerações, que se resume num slogan “aprender hoje como mudar o amanhã”. (AP) (24/6/2010 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network