http://www.fides.org

Europa

2004-03-26

EUROPA/KOSOVO - “Existe alguém que quer aumentar o nível de violência e passar do confronto étnico ao confronto religioso?” Esta é a pergunta que se ouve em Kosovo, depois da destruição das Igrejas sérvias

Pristina (Agência Fides)- Cresce a preocupação em Kosovo depois dos recentes confrontos entre sérvios e albaneses, durante os quais diversas igrejas ortodoxas foram incendiadas. Fontes locais afirmam à Agência Fides que “os confrontos explodiram de modo improvisado e pegaram todos de surpresa. Em Kosovo, sempre há motivos para descontentamento, como o grande número de jovens desempregados, mas surpreende a rapidez com a qual a violência explodiu de modo improvisado. Há pessoas que acreditam que existe alguém que quer aumentar o nível de violência e passar do confronto étnico ao confronto religioso”.
“O fato que igrejas ortodoxas tenham sido incendiadas pode ser explicado porque são consideradas o símbolo da etnia sérvia, mas poderiam existir também outras motivações. Na região, se infiltraram organizações islâmicas extremistas. Pode ser que existam interesses estrangeiros que queiram alimentar o ódio religioso.”
“O Islã local tem uma história de tolerância e, no decorrer dos séculos, as diversas confissões conviveram em paz uma ao lado da outra. Esperamos que a tradição de tolerância continue e que sejam os próprios muçulmanos locais o primeiros a contrastar a difusão do extremismo islâmico”, concluem as fontes da Fides.
Durante os confrontos na metade de março, foram destruídas as igrejas ortodoxas de Pristina e de Gjakova (na parte sul-ocidental da região), outras 13 igrejas e 30 pessoas foram mortas e mais de 600 ficaram feridas. (L.M.) (Agência Fides 26/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network