http://www.fides.org

Africa

2004-03-24

ÁFRICA/CONGO - A Arquidiocese de Brazzaville recorda o Cardeal Emile Biayenda, 27 anos depois do seu assassinato

Brazzaville (Agência Fides)- Vinte e sete ano depois da sua morte, a Igreja no Congo Brazzaville recordou a memória do Cardeal Emile Biayenda, Arcebispo de Brazzaville. Segunda-feira, 22 de março, todas as paróquias da Arquidiocese celebraram missas de sufrágio e o Presidente da Conferência Episcopal do Congo, Dom Ernest Kombo, presidiu uma missa solene no Seminário Maior Emile Biayenda de Brazzaville. Concelebraram Dom Anatole Milandou, Arcebispo de Brazzaville, Dom Barthélemy Batantu, Arcebispo emérito de Brazzaville, Dom Daniel Mizonzo, Bispo de Nkayi e Dom Bernard Nsayi, Bispo emérito de Nkayi e diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias.
Na tarde de 22 de março de 1977, o Cardeal Biayenda foi sequestrado na sua residência perto da Catedral do Sagrado Coração de Brazzaville, e logo em seguida assassinado por um comando militar. Passados 27 anos, ainda não foram esclarecidas as razões de sua morte, ocorrida em um momento de especial tensão, depois da morte, em 18 de março de 1977, do Presidente Marien Ngouabi. Pouco antes de ser seqüestrado, o Cardeal Biayenda tinha lançado um apelo pela paz e a unidade do país.
O Cardeal Biayenda nasceu em 1927, em Maléla Bombé (Mpangala), distrito de Kindamba, na região do Pool. Freqüentou o seminário de S. Paulo de Mbamou e estudou teologia e filosofia no Seminário Maior Libermann de Brazzaville. Foi ordenado em 25 de outubro de 1950 por Dom Michel Bernard, Arcebispo de Brazzaville. Foi perseguido e torturado diversas vezes em 1964 e 1965. Depois, estudou sociologia e teologia na Faculdade católica de Lion, onde obteve um doutorado em Ciências Sociais. Em 7 de março de 1970, o Papa Paulo VI o nomeou Arcebispo coadjutor de Brazzaville. Em 14 de junho de 1974, foi o sucessor de Dom Théophile Mbemba. Em 5 de março de 1973, foi criado Cardeal pelo Papa Paulo VI.
Em 21 de outubro de 1996 foi aberta a fase diocesana do processo de beatificação e canonização do Cardeal Biayenda, que se concluiu em 14 de junho de 2003. (M.S.T.) (L.M.) (Agência Fides 24/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network