http://www.fides.org

America

2004-03-16

AMÉRICA/HAITI - Diálogo, tolerância, verdade, justiça, perdão e reconciliação são valores necessários para reconstruir o País, assim como o respeito das instituições. A mensagem dos Bispos do Haiti

Porto Príncipe (Agência Fides) - Os Bispos haitianos, preocupados pela situação de pobreza galopante e insegurança que, apesar da chegada das forças estrangeiras, continua a causar violência, vinganças e ódio entre o povo haitiano, divulgaram uma Mensagem intitulada “A todos os nossos irmãos e irmãs no país ou no exterior e a todas as pessoas de boa-vontade”.
A Mensagem é um apelo a não perder a coragem, não cair no desespero, mas a reagir para construir racionalmente um futuro melhor. Os Bispos pedem “o restabelecimento da ordem, da segurança nas ruas e nas casas, a redução dos preços dos produtos de primeira necessidade, o transporte seguro de ajudas humanitárias, a reabertura das escolas e universidades, a busca da unidade apesar das divergências, a união de esforços para a reconciliação e a pacificação da nação, com o objetivo de levar o Haiti a um caminho de paz e prosperidade”.
Os Bispos afirmam que a construção do país que todos sonham exige que cada um faça a sua parte e se empenhe em abandonar as armas, evitando tudo o que possa causar ódio, violência, vingança, etc. “Para reconstruir o nosso País, devemos retornar aos valores do diálogo e da tolerância, da verdade e da justiça, do perdão e da reconciliação, como também ao respeito de nossas instituições”.
As instituições devem servir a população e não a um indivíduo ou grupo. Aqueles que o povo escolhe devem respeitar a Constituição e as leis da República; os administradores públicos devem provar sua honestidade e profissionalismo. Todos “devemos assumir nossas responsabilidades na verdade” - reiteram os Bispos.
A Mensagem se conclui com um apelo a tomar a estrada do futuro com decisão, evitando repetir os erros do passado: “O tempo de Quaresma - tempo de reflexão, de revisão de vida, de oração, e de conversão - nos convida a uma verdadeira renovação: hoje, não fechemos nos nossos corações, mas escutemos a voz do Senhor”.
(R.Z.) (Agência Fides 16/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network