http://www.fides.org

Europa

2003-06-09

EUROPA/CROÁCIA - O PAPA: “A IGREJA DE CRISTO, SEMPRE RECOLHIDA NO CENÁCULO EM ORAÇÃO, AO MESMO TEMPO, SOB O VENTO IMPETUODO DO ESPÍRITO, SEMPRE NA ESTRADA A ANUNCIAR”

Rijeka (Agência Fides) – Domingo, 8 de junho, o Santo Padre João Paulo II dirigiu-se ao “Delta” de Rijeka, praça da cidade que toma o nome do delta do rio Rifecina, onde presidiu a Santa Missa na Solenidade de Pentecostes. “ A Igreja de Cristo está sempre em estrado de Pentecostes – disse o Papa na homilia. Sempre recolhida no Cenáculo em oração, está, ao mesmo tempo, sob o vento impetuosos do Espírito, sempre na estrada a anunciar. A Igreja se mantém perenemente jovem e viva, una, santa, católica e apostólica, porque o Espírito continuamente desce sobre ela para recordar tudo aquilo que o Senhor lhe disse e conduzi-la à verdade”.
O Santo Padre falou sobre a identidade da família cristã, escolhida como tema desta visita pastoral: 2Olhemos para Maria e José, que apresentam o Menino Jesus no Templo ou que vão em peregrinação até Jerusalém, os pais cristãos podem reconhecer-se enquanto com os seus filhos participam da Eucaristia dominical ou se recolhem em oração em suas casas” disse o Papa, destacando a importância do “respeito à sacralidade do dia festivo, que consente aos membros da família de reencontrar-se e de render juntos a Deus o culto devido”.
O Papa pediu às famílias “uma atenção especial às medidas concretas que favoreçam e tutelem a construção, o desenvolvimento e a estabilidade” e exortou as famílias cristãs e propor, antes de tudo com o testemunho de suas vidas, “ o autêntico projeto de Deus sobre a família como comunidade de vida fundada sob o matrimônio, isto é, na união estável e fiel de um homem e de uma mulher, entre si legados por um vínculo publicamente manifesto e reconhecido”.
Concluindo a sua homilia, João Paulo II exortou os cristãos a ser “o povo da esperança” para responder deste modo à sociedade contemporânea, dramaticamente fragmentada e dividida e justamente por isso, desesperadamente insatisfeita”. “ O desejo de Cristo – disse o Papa – é que todos sejam um n’Ele, para que em todos haja a plenitude da Sua alegria. Este desejo Ele o exprime também hoje, pela Igreja que somos nós”.
(S.L.) (Agência Fides 9/6/2003 – Linhas: 32; Palavras: 396)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network