http://www.fides.org

Europa

2004-03-06

EUROPA/ITÁLIA - Iniciada em Roma a fase diocesana da causa de canonização de Mons. Alvaro del Portillo. “Um pastor exemplar, de uma extraordinária riqueza interior” - diz o Cardeal Ruini.

Roma (Agência Fides) - O Cardeal Camillo Ruini presidiu ontem de manhã, 5 de março, na Sala da Conciliação do Palácio do Laterano, a sessão de abertura do tribunal do Vicariado de Roma que intervirá na causa de canonização de Mons. Álvaro del Portillo, prelado da Opus Dei (Madri 1914 - Roma 1994). “As ocasiões que tive, bastante freqüentes, de encontrar Mons. del Portillo - recordou o Cardeal Vigário - deram-me a certeza de me encontrar diante de um Pastor exemplar”. E acrescentou que “a firmeza de sua adesão à doutrina da Igreja, sua união com o Papa, a caridade pastoral, humildade e equilíbrio refletiam uma extraordinária riqueza interior”.
O Cardeal Ruini traçou um perfil biográfico de Mons. del Portillo, recordando que “a profunda experiência pastoral amadurecida ao lado de São José Maria, as suas comprovadas qualidades humanas, e sua competência teológica e jurídica, o tornavam adequado a múltiplas funções”. Enfim, o Cardeal sublinhou “a prolongada e diversificada atividade que desenvolveu a serviço da Sé Apostólica”. “Também foi muito relevante - acrescentou - o seu empenho na unidade entre a cultura e a fé”, e sua contribuição com a teologia do laicato e do sacerdócio.
O Cardeal Ruini referiu-se ao desejo de um “rápido início dessa causa de canonização” por parte de “tantos expoentes da hierarquia eclesiástica e do povo de Deus”. Já temos “uma série de testemunhos de pessoas que o conheceram, entre elas tantos Cardeais e Bispos”. O Cardeal falou também de milhares de favores espirituais e materiais, entre os quais, curas especiais, atribuídas à intercessão de Mons. Álvaro, que comprovam a “difusão da devoção pelo bem-aventurado”.
Após o discurso do Cardeal, seguiu-se o pedido formal da abertura do inquérito diocesano, por parte do postulador da causa, Mons. Flavio Capucci. Depois, o Cardeal Ruini confirmou a nomeação do tribunal, e prosseguiu-se com o juramento de seus membros e o do postulador. Entre os presentes, estavam muitos amigos de Mons. del Portillo, fiéis e amigos da Prelazia, além do prelado e sucessor de Mons. Álvaro na liderança da Opus Dei, Dom Javier Echevarría.
Com Álvaro del Portillo, são sete os fiéis da Prelazia da Opus Dei dos quais estão em curso a causa de canonização. Mais informações em: www.opusdei.org (Sessão “don Álvaro”)
(S.L.) (Agência Fides 6/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network