http://www.fides.org

Vaticano

2004-03-01

VATICANO - Mensagem do Papa para o XIX Dia Mundial da Juventude: “Para ver Jesus, é preciso antes de tudo deixar-se olhar por Ele! Caros jovens, deixem-se olhar nos olhos por Jesus, para que cresça em vocês o desejo de ver a Luz, de saborear o esplendor da Verdade”.

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - “O ano de 2004 constitui a última etapa antes do grande encontro de Colônia, aonde em 2005, se celebrará o XIX Dia Mundial da Juventude. Convido-os a intensificar seu caminho de preparação espiritual, aprofundando o tema que escolhi para o XIX Dia Mundial: “Queremos ver Jesus” (Jo 12,21)”. Assim inicia-se a Mensagem que o Santo Padre João Paulo II envia aos Jovens e às Jovens do Mundo, por ocasião do XIX Dia Mundial da Juventude. O vento será celebrado em nível diocesano no dia 4 de abril.
O tema do Dia inspira-se no quesito posto pelos gregos aos Apóstolos, certos que encontrariam resposta às questões fundamentais de sua existência. “Caros jovens - escreve o Papa - convido vocês também a imitarem aqueles “gregos” que se dirigiram a Felipe, movidos pelo desejo de “ver Jesus”. A sua busca não deve ser motivada simplesmente pela curiosidade intelectual, que é por si um valor, mas sim estimulada sobretudo por uma íntima exigência de encontrar resposta às dúvidas relativas ao sentido da vida”.
“Para ver Jesus, é preciso antes de tudo deixar-se olhar por ele!” - prossegue a Mensagem do Papa. “O desejo de ver Deus reside no coração de todo homem e mulher. Deixem-se olhar nos olhos por Jesus, para que cresça em vocês o desejo de ver a Luz, de saborear o esplendor da Verdade. Que sejamos ou não conscientes, Deus nos criou porque nos ama e para que nós o amássemos. Eis o porque do desejo de Deus que cada homem traz no coração”.
Para conseguir contemplar a beleza da Face de Jesus, é preciso antes de tudo fazer silêncio dentro de nós, e deixar emergir “do profundo do coração o ardente desejo de ver Deus, um desejo tantas vezes sufocado pelos rumores do mundo e pelas seduções dos prazeres”. É preciso buscar Jesus através dos eventos da vida e nos rostos dos próximos, mas também por meio da oração e da meditação da Palavra de Deus. “Ver Jesus, contemplar a sua Face é um desejo irrenunciável, mas um desejo que o homem, certas vezes, tende a deformar. É o que acontece com o pecado, cuja essência está exatamente em desviar os olhos do criador, dirigindo-os à criação...”. Ser verdadeiramente livres significa ter a força de escolher Aquele para o qual fomos criados e aceitar a sua majestade em nossa vida. Vocês o notarão no fundo de seu coração: todos os bens da terra, todos os sucessos profissionais, o próprio amor humano que sonham, não poderão jamais satisfazer plenamente as suas expectativas mais íntimas e profundas”.
O Papa convida os jovens a descobrir Jesus na Eucaristia, que “recebida com amor e adorada com fervor, torna-se escola de liberdade e de caridade para realizar o mandamento do amor”, no rosto dos pobres e na Igreja: “Ela é como uma extensão de sua ação salvadora no tempo e no espaço”. É nela, e por meio dela, que Jesus continua a ser visível hoje, e a fazer-se encontrar pelos homens”. Enfim, o Papa convida a não nos surpreendermos ao encontrar a Cruz em nosso caminho: “Se Jesus aceitou morrer na Cruz, fazendo dela fonte de vida e sinal do amor, não foi por fraqueza, nem pelo gosto do sofrimento. Foi para obter a salvação e fazer-nos, desde já, partícipes de sua vida divina”. O Papa conclui sua Mensagem com uma exortação aos jovens: “Coloquem o seu talento e seu ardor juvenil a serviço do anúncio da Boa Nova. Sejam amigos entusiastas de Jesus. Apresentem o Senhor àqueles que o desejam ver, sobretudo aqueles que estão mais distantes dEle”.
(S.L.) (Agência Fides 1/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network