http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2004-02-26

AMÉRICA/NAÇÕES UNIDAS - As Nações Unidas temem uma epidemia de febre amarela na Libéria, e promovem uma campanha de vacinação

Roma (Agência Fides) - Segundo a ONU, três pessoas morreram na Libéria em conseqüência da febre amarela, e há outros 11 casos suspeitos. A Organização Mundial da Saúde declarou que no país africano existem todas as condições para que se desenvolva uma verdadeira epidemia. Todas as organizações sanitárias estão prontas para iniciar uma campanha de vacinação contra a doença. O país africano dispõe de menos de 80.000 doses de vacina, quanto necessitaria de pelo menos 720.000, segundo a OMS e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).
Os últimos 14 anos de guerra civil destruíram todas as infra-estruturas sanitárias da Libéria, e a febre amarela é uma doença extremamente fatal. Entre os pacientes internados, o índice de mortalidade pode chegar a 50%. O país sofreu pelo menos seis epidemias de febre amarela entre 1995 e 2002.
As doenças e problemas de natureza sanitária que atingem os países do Terceiro Mundo quase sempre contribuem para seu estalo econômico, alem de protrair as situações de extrema pobreza. (AP) (26/2/2004 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network