http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2009-03-03

ÁFRICA/BURQUINA FASO - “Com as mãos vazias, mas com o coração cheio do amor de Deus”: o testemunho de uma missionária que vive com os doentes de Aids

Bobo Dioulasso (Agência Fides) - “Com as mãos vazias, mas com o coração cheiro do amor de Deus, escreve a religiosa Jeannette Archambeau, das Franciscanas Missionárias de Maria (FMM), no Meeting Space, vivo junto com os doentes de Aids, partilho com eles as alegrias, as dificuldades e a luta pela vida”. O apostolado aos doentes de Aids na cidade de Bobo Dioulasso começou com um simples encontro com a Associação “Hope for Tomorrow”, administrada pelos voluntários franceses e belgas. Todos os dias a religiosa oferece amizade e esperança aos burquinenses atingidos pelo vírus Hiv.
“Sofané, conta a religiosa, é uma jovem viúva de 34 anos. Ela tem três filhos e vende sabão. Solange tem quatro crianças, duas delas possuem o vírus Hiv. Maï tem 30 anos, não é casada, mas sorri sempre e começou a trabalhar como secretária. Aicha é alta 1,70 e pesa 34 kg e está sozinha com duas crianças. Durante um ano foi submetida a tratamento antiretroviral e agora está com o ânimo mais animado. Me diz sempre: “Quero viver por causa de meus dois filhos”. Não obstante a sua extrema pobreza Aicha cuida também de um sobrinho órfão. Me explica: “A menina não está bem se eu a deixasse no povoado morreria. Todos me dizem que não tenho forças suficientes para cuidar dela, mas não posso deixá-la morrer”. Hoje a menina está bem, recebe muita atenção de Aicha e me pergunto: qual das duas salvou a vida da outra?”.
Na associação ajudam alguns pacientes que superaram a doença. Com eles irmã Jeannette visita o centro e reza junto, sem se esquecer dos outros inválidos e dos doentes que são de religião muçulmana. “Eu nada possuo, explica, mas o que tenho dou a eles”: “a minha presença junto com a do Senhor, a minha oração e aminha amizade”. (A.M.) (Agência Fides 3/3/2009)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network