http://www.fides.org

Vaticano

2004-02-12

VATICANO - O Papa encontra os doentes na Praça São Pedro: “Olhando Maria, nosso coração se abre à esperança... A Imaculada é sinal da vitória da vida sobre a morte, do amor sobre o pecado, da salvação sobre toda doença do corpo e do espírito”.


Cidade do Vaticano (Agência Fides) - “Mais uma vez, a Basílica de São Pedro abriu suas portas aos doentes: a vocês, que estão aqui presentes, e idealmente, a todos os doentes do mundo. Com grande afeto, queridos, os saúdo. Desde hoje de manhã, dediquei minha oração especialmente a vocês, e agora estou contente de encontrá-los.” Com estas palavras, o Santo Padre João Paulo II falou aos enfermos reunidos na Basílica Vaticana, na tarde de quarta-feira, 11 de fevereiro. O Papa desceu à Basílica durante a Santa Missa, celebrada pelo Cardeal Camillo Ruini para os enfermos e peregrinos da Obra Romana de Peregrinações e da UNITALSI, por ocasião do Dia Mundial do Enfermo. Abençoou os doentes e participou do canto da Ave Maria de Lurdes, à luz das velas.
“Também hoje, o nosso olhar se dirige à adorada imagem de Maria, que se encontra na gruta de Massabielle - disse o Papa em seu discurso. Aos seus pés, estão escritas as palavras: “Eu sou a Imaculada Conceição”... Olhando Maria, nosso coração se abre à esperança, porque vemos quantas coisas o Senhor realiza quando nos mostramos disponíveis a aceitar a sua vontade. A Imaculada é sinal da vitória da vida sobre a morte, do amor sobre o pecado, da salvação sobre toda doença do corpo e do espírito”.
Enfim, o Santo Padre invocou a proteção materna de Nossa Senhora de Lurdes sobre os doentes, médicos, enfermeiros e agentes sanitários, e concluiu com as seguintes palavras: “Obrigado pelas orações e sacrifícios tão generosamente oferecidos a mim! Asseguro-lhes a minha recordação constante e com afeto, abençôo a todos”.
(S.L.) (Agência Fides 12/2/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network