http://www.fides.org

America

2004-02-05

AMÉRICA/COLÔMBIA - “A evangelização realizada com novo zelo e entusiasmo produzirá também frutos de reconciliação entre os colombianos, e vai sanar as feridas causadas por tantos atos desumanos …” afirma o Presidente da Conferência Episcopal Colombiana

Bogotá (Agência Fides) – “Acolhendo o ensinamento da Exortação apostólica “Pastores Gregis”, nos sentimos especialmente estimulados a continuar o nosso empenho de defesa e proteção da vida, da dignidade e da liberdade de todos os colombianos; a realizar mais um esforço para garantir a paz fundada sobre a verdade, a justiça, a solidariedade e a reconciliação.” Esta é a declaração do Card. Pedro Rubiano Sáenz, Arcebispo de Bogotá e Presidente da Conferência Episcopal Colombiana, na abertura da 76° Assembléia Plenária do Episcopado Colombiano, que se realiza de 2 a 6 de fevereiro.
A Assembléia Plenária vai examinar a situação atual do país, mas dois são os temas fundamentais sobre os quais os Bispos estão concentrando suas reflexões: “Evangelização e Reconciliação” e “Relativismo moral e pecados sociais”. No que diz respeito à evangelização, o Card. Rubiano revelou que a “evangelização realizada com novo zelo e entusiasmo vai produzir também frutos de reconciliação entre os colombianos e vai sanar as feridas produzidas por tantos atos desumanos e bárbaros”. Além disso, o Cardeal expressou a preocupação da Igreja em relação ao relativismo moral e à ausência quase total de escrúpulos ao transgredir as normas morais: “preocupa a deterioração dos valores éticos e morais e a incoerência entre a fé que se professa e a .. “Um objetivo da atividade evangelizadora da Igreja – prosseguiu o Cardeal – é persistir na paz negociada no nosso contexto, é um desafio que está nas raízes do próprio Evangelho.” Os bispos colombianos estão convencidos de que a paz na Colômbia é possível, mas isso requer lembrar sempre as “causas que geram as situações de injustiça”. “No âmbito político e pedagógico, o respeito pela vida humana em toda circunstância é prioritário, e em uma democracia, o uso da força deve ser enquadrado nos princípios do Estado de direito”, destacou o Presidente da CEC. A missão evangelizadora e de reconciliação exige que a Igreja realize todos os esforços necessários para a busca de uma paz negociada, pronta a assumir os sacrifícios e também as incompr. O Card. Rubiano disse ainda que para progredir no caminho da reconciliação e na construção da paz, “é indispensável que a justiça se complete com a caridade e que o amor vença o ódio”. Portanto, de uma parte, os responsáveis pela exploração da vida, da liberdade, e da dignidade da pessoa são chamados a reconhecer o mal cometido e a demonstrar com os fatos sua vontade de reparar; de outra parte, as vítimas de tais abusos devem cancelar seus sentimentos de vingança e de ódio. (R.Z.) (Agência Fides 5/2/2004)
O texto integral do discurso do Card. Pedro Rubiano, em espanhol:
http://www.fides.org/spa/vita_chiesa/vescovi_colombia050204.html
NOTAS
18/21 de Fevereiro: XIV Encontro Internacional de Mariologia dedicado a Ippolito Marracci - “A Imaculada Mãe de Deus no século XVII”
Roma (Agência Fides) – A Associação Mariológica Interdisciplinar Italiana (AMI), a Ordem dos Clérigos Regulares da Mãe de Deus e a Paróquia de S. Maria in Portico in Campitelli, promovem o XIV Encontro Internacional de Mariologia sobre o tema “A Imaculada Mãe de Deus no século XVII”, que se realiza em Roma de 18 a 21 de fevereiro. O Encontro é dedicado à contribuição teológica e espiritual do Padre Ippolito Marracci, dos Clérigos Regulares da Mãe de Deus, teólogo e bibliógrafo mariano, nos 400 anos de seu nascimento, e insere-se nas celebrações dos 150 anos da promulgação do Dogma da Imaculada Conceição. Nascido....... (S.L.) (Agência Fides 5/2/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network