http://www.fides.org

America

2004-02-04

AMÉRICA/CHILE - “À LUZ DA FÉ, TUDO É GRAÇA”: MENSAGEM AOS POVOS E FAMÍLIAS DA AMÉRICA, NA CONCLUSÃO DO XX° CONGRESSO INTERNACIONAL DA CIEC SOBRE A FAMÍLIA NO TERCEIRO MILÊNIO

Santiago do Chile (Agência Fides) – Mais de mil congressistas, entre Bispos, professores, pais e mães de família, provenientes de todas as nações do Continente Americano, participaram do XXo. Congresso Internacional da Confederação Inter-americana da Educação Católica (CIEC), que teve lugar em Santiago do Chile, em janeiro. O encontro teve como tema “Ao encontro da família, a família do terceiro milênio”.
O Congresso foi o ápice de um longo período de preparação, de outubro de 2002 a janeiro de 2004, articulada em vários níveis, locais e continentais. Durante os dias do Congresso, os participantes compartilharam experiências, aspectativas e idéias sobre os valores da família. Os grupos regionais apresentaram um resumo dos 25 temas, previamente discutidos em todos os países da área. Os resultados desse primeiro trabalho foram submetidos ao estudo dos 80 grupos formados entre os participantes.
Ao término dos trabalhos, os congressistas redigiram uma mensagem oficial, dirigida aos povos e famílias da América, que tem como título “À luz da fé, tudo é graça”. Na mensagem, reitera-se a importância de que as famílias sejam mais conscientes de seu papel de evangelizadora e formadora, com fome e sede de justiça, ativa e solidariamente presente na sociedade...”
Os participantes afirmam que “embora toda a pressão exercida sobre a família de hoje, a família americana em geral continua saudável, responsável e generosa”. O documento fala àqueles que tem poder decisivo nesse campo: “a família merece hoje a nossa máxima consideração, porque no âmbito das instituições sociais, ela é irrenunciável, está na base da sociedade, é modelo para outras sociedades, e é a primeira verdadeira escola de vida”. O futuro dos povos, portanto – releva-se – está nas mãos da família e da escola, porque somente estas duas instituições podem formar as novas gerações. Conseqüentemente, “cada vez mais, a família e a escola devem desenvolver juntas um único projeto de formação das pessoas. Embora a educação dos filhos seja um direito-dever da família, a otimização desse esforço requer uma convergência de objetivos, forças e recursos”.
Na mensagem, os congressistas protestam novamente contra governos ou regimes políticos que tentam impedir o direito sagrado de uma educação livre, e pedem a todas as instituições e entidades, públicas e privadas, nacionais e internacionais, que assumam com coragem, sinceridade e eficácia a causa da família. Lançam também um apelo a proprietários e produtores dos meios de comunicação que se recordem que a família é um dos valores básicos para a humanidade. Com a família não se deve brincar, pois significaria colocar em risco a própria humanidade. “O lucro econômico ou o rating não devem continuar sendo os únicos critérios para a criação de programas. Muitos são atentados à identidade, à dignidade, à estabilidade ou à saúde da família”.
Enfim, a mensagem destaca que as dificuldades vividas hoje, por uma família, são reais. A fé não as faz desaparecer, mas “o tempo em que vivemos oferece uma situação propícia para adquirirmos uma maior confiança e reafirmarmos a nossa opção fundamental de vida: é chegado o momento de nos reencontrarmos com a família que Deus quer e de que o homem precisa”.
(R.Z.) (Agência Fides 4/2/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network