http://www.fides.org

Asia

2004-01-29

ÁSIA/FILIPINAS - 30 DIAS DE ESPERANÇA PARA DOIS CONDENADOS NO CORREDOR DA MORTE – A BATALHA DA IGREJA CONTRA A PENA DE MORTE

Manila (Agência Fides) – “Acolhemos com alegria e esperança a decisão dos juízes da Corte Suprema. A vida de duas pessoas está em suas mãos. Temos plena confiança nas deliberações dos juízes, que vão decidir se reabrir o caso. Conseguimos outras provas: não há clareza sobre a culpabilidade dos imputados.” Esta é a entrevista concedida à Fides por Pe. Robert Olaguer, Capelão da Penitenciária Nacional de Manila, após a decisão com a qual a Corte Suprema das Filipinas suspendeu a execução de Roberto Lara e Roderick Likayan, programada para o dia 30 de janeiro. Os dois, acusados de sequestro com fins de extorsão, encontram-se no corredor da morte da Penitenciária Nacional de Manila, à espera da aplicaç. Pe. Olaguer falou com a Fides poucas horas depois de ter encontrado Likayan e Lara: “Os dois são pessoas religiosas: rezam, esperam e às vezes sorriem. Eu os encorajo e rezo junto com eles, para que estejam calmos e confiem na justiça e em Deus. Agora temos um mês de tempo. Continuaremos a rezar e a lançar apelos para tocar a consciência de todos.”.
Lara e Likayan deveriam ser justiçados com uma injeção letal. Em 26 de janeiro, a Corte acatou a apelação do advogado Persida Rueda-Acosta, diretor do Public Attorney’s Office, que pediu uma revisão do caso, apresentando novas provas e testemunhas que favorecem os imputados. A Corte Suprema decidirá se reabrir o caso.
A Coalition Against the Death Penalty, que reúne movimentos católicos e leigos, saudou o adiamento da execução, elogiando o sentido de justiça e o serviço prestado à verdade por parte dos juízes da Corte Suprema.
A Igreja Católica, através das palavras de seus vários representantes em nível local e nacional, continua a pedir a abolição da pena de morte.
(PA) (Agência Fides 29/1/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network