http://www.fides.org

Asia

2004-01-29

ÁSIA/SRI LANKA - A COMUNIDADE CRISTÃ PROMOVE PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA: DIA 1° DE FEVEREIRO DIA DE ORAÇÃO E JEJUM PELA HARMONIA INTER-RELIGIOSA

Colombo (Agência Fides) – Todas as igrejas vão rezar e jejuar para pedir a Deus o dom da harmonia entre as comunidades religiosas. Os católicos de Sri Lanka, mesmo que preocupados com a onda de violência que os atingiu nos últimos tempos, não perderam as esperanças de poder restaurar um clima de respeito, diálogo, paz e serenidade nas relações com a comunidade budista. Por isso, Dom Oswald Gomis, Arcebispo de Colombo e presidente da Conferência Episcopal, convocou um Dia de oração e jejum, que será celebrado no dia 1° de fevereiro na Arquidiocese de Colombo.
Uma fonte da Fides da igreja cingalesa explica: “Não se deve culpar todo o mundo budista pelos ataques que as igrejas católicas sofreram nos últimos tempos: pedimos aos responsáveis que realizem investigações minuciosas e tempestivas. Se existirem líderes budistas que estão instigando a violência, serão episódios isolados e grupos restritos, que devem ser reprimidos. Se as violências prosseguirem, a harmonia religiosa no país estará ameaçada, harmonia que durou até hoje.
A violência, afirma a fonte da Fides, não está presente no Dna budista: “O budismo é uma filosofia fundada sobre a não-violência, portando esses atos não condizem com a sua natureza, tradição e doutrina. Os próprios líderes budistas estão rejeitando as acusações, denunciando a tentativa de denegrir a imagem da comunidade. Por esse motivo, especula-se que por detrás da violência haja razões políticas, para alimentar um sentimento nacionalista que poderia ser benéfico para algumas estratégias políticas”.
A fonte conclui: “Esperamos que os líderes religiosos saibam dar sinais de paz, convidando suas comunidades ao diálogo e à tolerância. Os cristãos estão preocupados principalmente pelo clima de incerteza, porque não se sabe o que poderá acontecer”.
Na noite entre 25 e 26 de janeiro, no vilarejo de Mathegoda, a leste da capital Colombo, um grupo de 20 extremistas devastou e incendiou a terceira igreja católica em poucos dias. Em Sri Lanka, cerca de 70% da população é budista.
(PA) (Agência Fides 29/1/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network