http://www.fides.org

Vaticano

2004-01-26

VATICANO - O PAPA NO ANGELUS: "UT UNUM SINT – QUE TODOS SEJAM UM". A INTENSA INVOCAÇÃO DE JESUS NO CENÁCULO CONTINUA A RECORDAR ÀS COMUNIDADES CRISTÃS QUE A UNIDADE É UM DOM QUE DEVE SER ACOLHIDO E DESEMPENHADO DE MODO SEMPRE MAIS PROFUNDO

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – O compromisso a agir e a rezar pela Unidade dos Cristãos, sem se deixar desencorajar pelas dificuldades, esteve no centro do breve discurso pronunciado pelo Santo Padre João Paulo II no Domingo, 25 de janeiro, festa da conversão de S. Paulo apóstolo e conclusão da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, durante a qual “em todos os ângulos da terra, os cristãos rezaram juntos para que se realize a plena comunhão segundo a vontade do Senhor”. "Ut unum sint – que todos sejam um" (Jo 17,21) – disse João Paulo II -. A intensa invocação de Jesus no Cenáculo continua a recordar às comunidades cristãs que a unidade é um dom a ser acolhido e desempenhado de modo sempre mais profundo.”
O Santo Padre em seguida recordou: “a unidade dos cristãos sempre foi uma preocupação constante do meu Pontificado e continua a ser uma exigente prioridade do meu ministério”, e exortou a não diminuir “o empenho de rezar pela unidade e de procurá-la incessantemente”... “Obstáculos, dificuldades, e até mesmo incompreensões e insucessos, não podem e não devem nos desencorajar.” Por fim, confiou o caminho ecumênico a Maria, Mãe de Cristo e da Igreja.
Depois da oração do Angelus, o Papa recordou a celebração do Dia Mundial de luta contra a hanseníase, convidando a rezar pelos doentes, médicos e enfermeiros, encorajando “os esforços da comunidade internacional para debelar esta doença”.
(S.L.) (Agência Fides 26/1/2004 – Linhas 16; Palavras 221)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network