http://www.fides.org

Asia

2003-12-17

ÁSIA/JAPÃO - A IGREJA JAPONESA PELA MISSÃO AD GENTES: CINCO LEIGOS MISSIONÁRIOS NA RÚSSIA, CAMBOJA, TIMOR LESTE E PALAU

Tóquio (Agência Fides) – A Igreja japonesa é prospera de missionários ad gentes: recentemente, cinco leigos japoneses entre 26 e 62 anos foram enviados em missão para Rússia, Camboja, Timor Leste e Palau. Depois de um período de formação de sete meses, os cinco escolheram ser missionários em lugares e contextos diversificados onde, além da necessidade de anunciar o Evangelho, acrescenta-se ainda a necessidade de trabalhar pelo desenvolvimento humano da população. Para a Igreja japonesa, como confirmam à Fides fontes da Conferência Episcopal, é um momento de alegria e de esperança, enquanto a Igreja, na sua limitação, consegue “manter o olhar dirigido à missão e doar energias para anunciar o Evangelho ao mundo”.
Duas mulheres, Higashimoru Yoshie, 47, e Taira Nishiki, 30, da cidade de Kagoshima, partiram para o Camboja. A primeira se dedicará ao trabalho sanitário em Battambang e ao serviço com as crianças. A segunda, que é fisioterapeuta, vai oferecer seus conhecimentos profissionais a um centro jesuíta administrado pelo Japan Lay Mission Movement no Camboja.
Imai Kei, 27, de Tóquio, deixou o Japão para ir a Khabarovsk, na Sibéria russa, onde vai se ocupar de prostitutas, meninos de rua e sem-teto, em colaboração com as Irmãs da Visitação, ordem religiosa japonesa que vive em contato com as minorias étnicas da região.
Yamate Masako, 62, de Fukuoka, que nos anos passados trabalhou com os portadores de deficiências no Japão, escolheu a missão em Palau (ilha no sul do Pacífico) para assistir pessoas idosas com problemas físicos, psicológicos e espirituais causados pelos traumas da Segunda Guerra Mundial ou pela pobreza.
O único homem do grupo é Kondo Makoto, 26, voluntário da Caritas Japão, que vai até Timor Leste para trabalhar com a Organização não-governamental “Afmet”. Kondo participou do Dia Mundial da Juventude de Roma, no ano 2000, e aquela experiência, afirma, o despertou para a missão.
O Japão, onde o anúncio cristão foi levado por S. Francisco Xavier no século XVI, é um país que deve ser reevangelizado: os católicos são cerca de 500 mil, num total de 126 milhões de habitantes. A comunidade católica japonesa, que vive um fé muito radicada na própria cultura, é ativa no campo social, político e cultural do país.
(PA) (Agência Fides 17/12/2003 Linhas 35 Palavras 404)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network