http://www.fides.org

Vaticano

2003-12-17

VATICANO - O PAPA NA AUDIÊNCIA GERAL: “O SENTIDO DA ESPERANÇA CRISTÃ, RENOVADA EM CADA ADVENTO, É O DA ESPERA CONFIANTE, DA DISPONIBILIDADE ATUANTE E DA ABERTURA GLORIOSA PARA O ENCONTRO COM O SENHOR. EM BELÉM ELE VEIO PARA PERMANECER CONOSCO, PARA SEMPRE”

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – “O Advento mantém viva a esperança da vinda de Cristo, que traz sua salvação, realizando assim a plenitude do Reino de justiça e paz. Recordar todos os anos o nascimento do Messias em Belém renova no coração dos fiéis a certeza de que Deus é fiel às suas promessas. O Advento é, portanto, um poderoso anúncio de esperança, que toca profundamente a nossa experiência pessoal e comunitária.” Na Audiência Geral da quarta-feira, 17 de dezembro, o Santo Padre falou sobre o Advento e o mistério do Natal.
Além da esperança de um mundo mais justo e solidário, o Advento evidencia ainda um segundo elemento, que diz respeito ao significado e ao valor da existência. “Frequentemente nos perguntamos: quem somos, para onde vamos, que sentido tem aquilo que realizamos sobre a terra, o que nos espera depois da morte?”, disse o Papa. Certamente, conquistar o bem-estar econômico ou alcançar metas sociais e científicas sempre mais avançadas não satisfazem às aspirações mais íntimas da nossa alma: “a liturgia de hoje nos convida a expandir a visão e a contemplar a Sabedoria de Deus, que promana do Alto e é capaz de se estender aos confins do mundo”.
A terceira característica da esperança cristã é constituída pelo fato de que o Advento, e principalmente o Natal, nos recordam que Deus tomou a iniciativa de vir ao encontro do homem: Jesus assumiu a nossa natureza e estabeleceu para sempre a sua aliança com toda a humanidade. “Podemos, portanto, concluir que o sentido da esperança cristã, renovada em cada Advento, é o da espera confiante, da disponibilidade atuante, da abertura gloriosa para o encontro com o Senhor. Em Belém, Ele veio para permanecer conosco, para sempre.”
(S.L.) (Agência Fides 16/12/2003 – Linhas 64; Palavras 875)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network