http://www.fides.org

Asia

2003-12-15

ÁSIA/TERRA SANTA - NATAL 2003: JOVENS DE TODO O MUNDO LANÇAM UMA MENSAGEM DE PAZ PELA TERRA SANTA – OS CONCERTOS DO WORLD YOUTH ORCHESTRA EM JERUSALÉM, COM A ENTREGA DE BOLSAS DE ESTUDO A ESTUDANTES ISRAELENSES E PALESTINOS

Jerusalém (Agência Fides) – A paz na Terra Santa pode partir dos jovens: seguros desta convicção, no Natal, 28 jovens entre 16 e 26 anos, provenientes de 21 países, “vão invadir pacificamente” a Terra Santa (segundo o pedido dos freis franciscanos de Jerusalém) para levar, através da música e de seu testemunho, uma mensagem de diálogo, uma esperança de paz e de harmonia. Nos dias 20 e 21 de dezembro o World Youth Orchestra (Wyo) – que nasceu em 2001 e que reúne os melhores estudantes de música das escolas de todo o mundo – com o patrocínio da Custódia da Terra Santa, vai se apresentar em Jerusalém, Ramalá e para comunidade árabe e judia de Nevé Shalom (norte de Jerusalém). O objetivo é dizer aos governantes daquela região e a todo o mundo que a paz é possível também no Oriente Médio e que os jovens a desejam ardentemente, porque aspiram a um futuro de tranquilidade, alegria e harmonia.
O “Tour pela paz 2003” do Wyo nasceu do projeto da Associação sem fins lucrativos MusicaEuropa, nomeada Goodwill Ambassador pelo Unicef, presidida pelo maestro italiano Damiano Giuranna. O maestro lançou o Wyo depois dos atentados de 11 de setembro, consciente de que o binômio “jovens e música” pode ser um significativo ponto de partida para lançar uma mensagem de paz em nível internacional, mesmo em um clima como o do Oriente Médio, envenenado por um longo conflito. Os concertos do Wyo, que inclui no repertório canções populares mediterrâneas com um arranjo clássico, “criam as bases para um diálogo intercultural e a pacífica convivência que vai além da pertença ideológica e religiosa”, explicou Giuranna.
Giuranna e os jovens do Wyo vivem a música como uma linguagem universal capaz de criar unidade: para dar um sinal palpável desta convicção, serão entregues quatro bolsas de estudo a dois jovens músicos israelenses e a dois palestinos, que serão convidados a participar da orquestra durante o Tour 2004 do Wyo.
O Wyo é por si só uma realidade fortemente simbólica: fazem parte da orquestra jovens que provêm de países em conflito, como China e Taiwan, Israel e Irã, Inglaterra e Irlanda, Grécia e Turquia. Compõem o grupo ainda jovens do Egito, Coréia, Austrália, Marrocos, Estados Unidos, Albânia, Itália, Alemanha, França, Rússia, Espanha e países bálticos. Jovens que oferecem um testemunho de diálogo, amizade, fraternidade, e que os líderes políticos poderiam estar prontos a ouvir e aprender.
(PA) (Agência Fides 15/12/2003 Linhas 37 Palavras 433)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network